Nosso site está em manutenção. Estamos trabalhando em melhorias para nosso site trazer cada vez mais e melhores conteúdos para você!

Renovando-se à luz das inteligências naturais

  17/11/2021

“Com o equilíbrio das nossas cinco inteligências naturais – física, mental, emocional, espiritual e financeira – desvendamos o segredo da boa saúde e da prosperidade plena.”

 

Inteligência natural é a capacidade de interpretar, pensar e raciocinar de maneira sistêmica e praticar hábitos para harmonizar corpo, mente e espírito. Como já conversamos antes, o segredo da boa saúde e prosperidade total reside, portanto, no equilíbrio das cinco inteligências naturais – física, mental, emocional, espiritual – acrescidas da inteligência financeira, que nos ajuda a lidar com o mundo material, com o mundo externo a nós mesmos.

É com base na harmonização dessas cinco inteligências:

  • Inteligência Física
  • Inteligência Mental
  • Inteligência Emocional
  • Inteligência Espiritual
  • Inteligência Financeira

Que devemos, a cada dia, organizar nossas atividades e pensamentos.

Ainda não havia dado oito horas da manhã quando o radiotáxi branco com listras grossas de cor azul deslizou sem pressa em frente ao Copacabana Palace Hotel, no Rio de Janeiro. Chegou ao final da Avenida Atlântica, em frente ao Forte de Copacabana, virou à direita, cruzou uma ruazinha e saiu direto na praia de Ipanema. Continuou devagar pela Avenida Vieira Souto, até parar em frente ao Caesar Palace Hotel.

Chico perguntou ao taxista: – Quanto foi, Senhor?

Ao ouvir o valor dito pelo motorista do táxi, contou o dinheiro, pagou a corrida e disse, como era seu hábito fazer: – Grato! Fique com o troco.

Chico desceu do táxi e, na calçada, virou-se para o mar e respirou fundo. “Como é bom respirar o ar da minha terra”, disse para si mesmo. Ele residia já havia cinco anos na Costa Rica e apesar de voltar umas duas ou três vezes por ano ao Brasil, por necessidade de seu trabalho, sempre tinha muita satisfação em sentir-se em casa.

Dirigiu-se à entrada do hotel, onde foi recebido pelo Concierge que, com um sorriso, se aproximou e pegou suas malas: – Bom dia, senhor Chico. Seja bem-vindo.

– Bom dia! Como vai Santana? – Chico respondeu. E subiu rapidamente as escadas, passando pela porta-carrossel da entrada e chegando ao enorme salão do lobby do hotel. Fez rapidamente seu check in e solicitou ao atendente que deixasse suas malas em seu apartamento. Depois subiu diretamente para a academia de ginástica, no último andar do hotel.

Assim que saiu da porta do elevador em direção ao salão, deu uma olhada através dos arcos de proteção, se deliciando com a bela vista da praia de Ipanema. A água do mar cintilando, tingida de tons alaranjados, cinzas e às vezes avermelhados, emolduravam o reflexo do sol.

– Olá, bom dia! Como vai Chico? – Perguntou Bob, estendendo a mão em cumprimento. Bob Carr era o vice-presidente internacional da empresa em que trabalhavam e o médico responsável pelos programas de bem-estar e resiliência.

Antes que Chico pudesse responder, ele continuou falando rápido, como era sua característica: – Parabéns, viu? Pelos seus oito pupilos. Eles chegaram cedo e estão muito animados com o programa e já estão praticando os exercícios.

Tratava-se do programa Atleta Corporativo[1], iniciado como estudos na Universidade de Harvard e posteriormente levado para o meio corporativo no formato de uma academia que oferecia um sistema inovador de desenvolvimento pessoal, baseado em elevar extraordinariamente o estado psicofísico do profissional, trazendo maior motivação e aderência ao projeto corporativo.

– É um prazer estar aqui com você, meu amigo Bob. Já chegaram todos os gerentes? – Chico perguntou surpreso.

– Confirme comigo, disse Bob, contando nos dedos: temos os gerentes de RH da Costa Rica, Guatemala, Panamá, Jamaica, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. Certo?

– Perfeito, respondeu Chico, subindo na balança para ver seu peso e medir a massa muscular.

– Parabéns, está tudo dentro dos limites normais. – Comentou Bob, olhando para a balança. – Que tipo de dieta e exercícios você pratica? – Perguntou.

Chico deu uma piscada e uma risadinha, subiu na esteira e respondeu: – Algum dia te conto, Bob, sobre a Unibiótica. Concentrou-se nos comandos da esteira e começou a caminhar. Nisso, sua mente viajou alguns anos no passado, no ano de 1988, lembrando-se de sua terceira participação nos cursos de Probiótica, ministrados pelo mestre Dr. Jong Suk Yum, na Casa de Retiros Imaculado Coração de Maria, em São Roque, São Paulo. Lembrou-se do seu primeiro projeto de vida considerando os quatro princípios da Unibiótica que, segundo o mestre, não somente neutralizam as doenças, mas também acalmam os pensamentos e abrandam as mentes violentas.

Tudo é uma soma de saberes, pensou. E sua mente viajou novamente, agora para o ano de 1996, no Espaço Colmeia no Jardim Europa, em São Paulo, no curso de Prosperidade e Cura das Relações, com o mestre Choa Kok Sui. A ênfase era na inteligência espiritual associada com poderosas e preciosas técnicas de meditação e na inteligência da prosperidade financeira.

Assim, de aprendizado em aprendizado, em agosto do ano 2000 Chico participou de um treinamento chamado Leader Training, realizado em um hotel na cidade de Atibaia, estado de São Paulo. Lembrava sempre com muita clareza de um dos principais exercícios de que participou:

– Soldado Chico?

– Sim senhor, respondeu Chico batendo continência.

– Apresentar armas, soldado. Ordenou o mestre Tadashi Kadomoto[2].

Assustado, com os olhos arregalados, Chico perguntou: – Quais armas Senhor?

– Soldado Chico! Seu projeto de vida é a única arma capaz de te ajudar a vencer as batalhas da vida. Respondeu o mestre.

Com a cara amarrada e com as duas mãos para trás, observando Chico, estava o outro mestre, Yoshio Kadomoto[3], que soltando uma das mãos, esticou o braço e indicou em direção ao tambor d’água:  – Já pra água, disse num grito.

Chico foi correndo na direção indicada. Duas pessoas o receberam, uma inclinou a cabeça dele em direção ao tambor d’água e o outro, com uma das mãos, despejou uma caneca de água fria na cabeça dele. Com a outra mão, entregou-lhe uma toalha.

Chico nem se secou direito. Saiu dali com raiva, pisando alto, e correu para seu quarto buscar o seu plano de vida. Pouco depois, chegou de volta ao salão, ainda bufando, revoltado, e parou, de repente, ao perceber que todos os participantes estavam no centro, formando um círculo. Alguns perceberam sua presença e ele se apressou em encaixar-se entre elas.

Assim que se acomodou, Chico olhou para a frente e deu de cara com o mestre Tadashi: – Soldado Chico? Está atrasado? Perguntou.

Yoshio, mais uma vez soltando as mãos, indicou: – Já para o “X” disse. Chico correu para o X no centro do círculo.

– Soldado Chico? Apresentar armas, disse o Tadashi.

– Sim, senhor. Aqui está o meu projeto de vida, respondeu Chico, batendo continência e apresentando sua cartolina.

– Soldado Chico, de nada adianta ter as suas armas e querer vencer se você pensar que não vai conseguir. Sem acreditar nela, a vitória não sorrirá para você. – Disse o mestre Tadashi.

– Já pra água. – Disse novamente Yoshio, com a cara amarrada, esticando o braço a apontando a direção.

Chico saiu bufando novamente e levou outra caneca d’água fria na cabeça. A pessoa que lhe entregou a toalha, disse: – Fica ligado. Agora é a hora de você declamar a Filosofia do Sucesso, pois sem ela o seu projeto de vida não passa de um papel.

Finalmente, Chico entendeu em toda sua plenitude o segredo e a importância de completar o seu projeto de vida, de ter um plano de vida montado e estruturado e colocar as ações corretas para tornar esse plano em realidade. Esse foi um dos grandes ganhos vindos desse treinamento, algo que ele carrega por toda sua vida.

Chico estava se sentindo realizado. Há alguns anos, vinha fazendo o seu próprio plano de vida e obtendo excelentes resultados e, por isso, esforçava-se muito em incluir alguns desses ensinamentos de seus mestres nos programas de Resiliência, QVT e Bem-Estar nas empresas onde era responsável por esses programas.

Com o programa de Atleta Corporativo, Chico percebeu que, ao enfoque do modelo composto pelas quatro inteligências – física, mental, emocional e espiritual – poderia agregar também a inteligência da prosperidade financeira. E assim o fez, acrescentando atividades cientificamente estruturadas aos seus programas de QVT e Bem-Estar, com embasamento nos treinamentos ministrados pelo Human Performance Institute[4].

 


 

[1] Disponível em: http://www.corporateathlete.org/curso-ca-full.html

[2] https://www.tadashi.com.br/

[3] https://www.yoshiokadomoto.com.br/

[4] https://www.jjhpi.com

(Texto extraído do livro O domador de tempestades)


Voltar
Itupeva/SP - Brasil
contato@nucleozoi.com
(11) 9 8042 - 1204
(11) 9 6083 - 0003 Logo whatsapp
Copyright © Núcleo Zoí. Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por   Política de Privacidade e Termos de Uso