Nosso site está em manutenção. Estamos trabalhando em melhorias para nosso site trazer cada vez mais e melhores conteúdos para você!

Ter paixão pelo o que se faz

  19/07/2019

“Sua fonte de Equilíbrio e Prosperidade”

O alto índice de insatisfação com a vida profissional, chegando a atingir 87% de profissionais no mundo, segundo pesquisa recente realizada pelo instituto Gallup.com, e que segundo a OMS, até 2020 a depressão será a enfermidade mais impactante do mundo onde mais de 120 milhões de pessoas sofrem com a depressão, sendo 17 milhões só no Brasil.

Durante a minha vida profissional, eu trabalhei vários anos com empresas farmacêuticas e de produtos médico-hospitalar. Por força do meu cargo, eu acompanhei muitos vendedores propagandistas em suas visitas aos hospitais, aqui no Brasil e no exterior e, também por várias ocasiões visitei amigos e familiares que estiveram hospitalizados.

Em todas essas ocasiões, eu tive a curiosidade e me dediquei a observar e conversar com as pessoas que alí estavam. E, frequentemente conversava com essas pessoas e fui ao longo do tempo percebendo o alto grau de insatisfação que elas tinham com suas próprias vidas. Queixavam-se da falta de sorte e de como as coisas haviam sido difíceis na vida delas.

Isso me fez refletir sobre a declaração de Sigmund Freud, onde diz que “Apenas 5% da população da terra tem a consciência do processo de evolução. A maioria das pessoas nasce, vive, morre e são esquecidas sem nunca terem sabido que essa evolução é possível”.

Eu me questionava então se essas pessoas não representavam uma amostra daquilo que o famoso pscanalista Sigmund Freud diz, e minha conclusão, me parecia que essas pessoas, em sua maioria, tinham vivido uma vida sem perspectiva até aquele momento, e o pior era que ainda continuavam sem um propósito claro de onde poderiam chegar.

Muitas vezes a vida nos prega peças, nos da sinais de que precisamos mudar e, é nesses momentos que precisamos estar alertas para não deixar escapar a oportunidade de crescermos. Os nossos sabotadores internos quase sempre vão aparecer para fazer com que duvidemos de nós mesmos. Precisamos ser fortes, questionar a lógica da voz interior sabotadora, para não deixar que ela nos impessa de irmos atrás de nossos sonhos.

Assim, decidi escrever este artigo pois acredito que ter paixão pelo que se faz é fundamental para fugir do estresse elevado, que pode causar tantos danos à nossa saúde. E, se você ainda não tem essa paixão pelo seu trabalho, seguem alguns passos para te ajudar nessa tarefa:

Passo 1: Observar se está fazendo o que você gosta, ou se está sentindo um vazio, como se lhe faltasse algo, e que está cada vez mais difícil levantar-se de manhã cedo para ir trabalhar? Se você sente que faz tempo que não é promovido, que gostaria de mudar de cargo, de área ou até de empresa, parabéns! É provável que você esteja despertando para o seu processo de evolução pessoal e tendo uma oportunidade única de alinhar o que gostaria de fazer da sua vida com os seus objetivos pessoais, com o seu propósito de vida, e isso é maravilhoso.

Passo 2: Fortalecer para sair da “zona de conforto” e pensar que nunca é tarde para reaprender e dar a volta por cima. É nestas horas que você precisa dotar-se de plena convicção de que querer é poder, e que sua capacidade é infinitamente maior do que você mesmo pensa que é. Portanto, sair da zona de conforto e dar o primeiro passo é o que você precisa fazer. Fortaleça-se nos benefícios que você colherá ao alcançar este seu novo objetivo. De um passo de cada vez e mantenha o foco.

“Estamos vivendo a Nova Era das Oportunidades, com o mundo informatizado, e preparar-se para diversificar a profissão é ser inteligente”.

Passo 3: Pesquisar sobre tudo que te chama a atenção, seja um cargo novo, mudar de área ou outra empresa. Busque informações na internet, participe de palestras, webinários, feiras de oportunidades e outras atividades gratuitas. Procure falar também com pessoas que já atuam neste ramo, que está chamando sua atenção e obtenha informação através deles sobre como é atuar nesta atividade distinta daquilo que você faz atualmente.

“As competências transversais de autoconhecimento, inteligência emocional, resiliência, comunicação verbal e não-verbal, empreendedorismo, cooperativismo e gestão emocional, preparam para várias profissões”

Passo 4: Será necessário preparar-se com novas competências e habilidades que permitam a você poder atuar em diferentes profissões. Este é o tema de fundo que trataremos com mais detalhes para aqueles que desejarem participar de uma palestra ou workshop nas datas previstas em nosso site para desenvolver as competências transversais de autoconhecimento, inteligência emocional, resiliência, comunicação verbal e não-verbal, empreendedorismo, cooperativismo e gestão da emocional para não deixar passar essa era das oportunidades.

Passo 5: Estando preparado, o próximo passo é dedicar-se ao networking, ou seja, fazer uma lista de todos os seus contatos, amigos, colegas e pessoas com quem você veio relacionando-se ao longo do tempo. Desenvolva relacionamentos de qualidade com essas pessoas. Hoje em dia, através das redes sociais, whatsapp e e-mail é muito fácil você resgatar esses contatos. Seja genuíno, pergunte como a pessoa está, como está o trabalho, a família e a escola. Diga-lhe que faz tempo que não conversam, mas que sempre se lembra dela. Seja breve e observe algum comentário que ela fizer, pois isso será útil para retomar a conversa no próximo contato, quando for contar-lhe seus planos de transição de carreira.

“Trabalhos informais não remunerados com familiares ou por conta própria, devem representar 42% do total mundial nos próximos anos”.

Passo 6: Fique ligado, pois existem cada vez mais pessoas que estão trabalhando via internet e ganhando um bom dinheiro. Portanto, você precisa ampliar a sua visão de trabalho, porque as

chances das oportunidades surgirem estão diretamente relacionadas com quantas pessoas você vai ajudar no dia a dia e o que você vai aprender com elas. Sim, é isso mesmo, inicie uma atividade paralela com o que você faz atualmente, mesmo que sem remuneração. É puro exercício do cooperativismo ligado ao seu campo de interesse, que pode começar pequeno e ir crescendo até chegar o momento em que essa atividade paralela pode passar a ser sua atividade principal.

Passo 7: Com o advento da internet, a globalização e os smartphones eu digo que se acabou a fase da aposentadoria. As novas gerações e as anteriores, aqueles que ainda trabalham, já perceberam que para acompanhar a evolução do mundo, eles não param mais de aprender. Com o avanço da tecnologia, o volume de informação que se recebe diariamente e que se precisa processar, se quiser ficar alualizado, é imensamente maior do que há dez ou vinte anos. O que se aprendeu na escola ontem, poderá não servir amanhã, tudo muda numa velocidade espantosa. Por esta razão, a necessidade de atualizar-se sempre.

Para aqueles que já despertaram para a necessidade de experimentar algo novo e desejam encontrar significado no trabalho, acesse nosso conteúdo na webpage: www.nucleozoi.com

Até mais,

Valter Assis

Terapeuta Transpessoal

valterassis@nucleozoi.com


Voltar
Itupeva/SP - Brasil
contato@nucleozoi.com
(11) 9 8042 - 1204
(11) 9 6083 - 0003 Logo whatsapp
Copyright © Núcleo Zoí. Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por   Política de Privacidade e Termos de Uso