Nosso site está em manutenção. Estamos trabalhando em melhorias para nosso site trazer cada vez mais e melhores conteúdos para você!

UNIBIÓTICA® - O ABC da Saúde Integral

“Primeiro, cuide de sua saúde, depois de sua família e somente então governe a nação”

OBJETIVO: Iniciação à Unibiótica - Cura Pela Natureza – Uma postura científico-filosófica da medicina.

Segundo a Unibiótica, todos nós temos o dom divino de nos curar. Curar a nossa própria vida, desde a saúde física à mental e espiritual.
As 6 regras práticas da Unibiótica®, mais o banho alternado, banho de ar, nutrição e tomar água, foram criadas para manter o bom funcionamento dos 4 elementos mais importantes da saúde (pele, membros, mente e alimentação) e para evitar ou corrigir as 4 principais causas de doenças (distúrbio da coluna vertebral, má circulação sanguínea, desequilíbrio ácido/base e distúrbio do sistema nervoso), de onde advém a maioria das doenças, inclusive sobrepeso, falta de energia, baixa autoestima, falta de sentido na vida e depressão.

Serão 2 dias em que o participante aprenderá os pilares da Unibiótica® criada pelo mestre coreano Dr. Jong Suk Yum e praticará as técnicas terapêuticas: Cama plana / Travesseiro de madeira / Vaso capilar / Prática do Peixinho / Prática do Sapinho / Meditações / Conexão com a Natureza / Cura Prânica / Mapa da Vida.
O participante será iniciado também nas técnicas da Cura Prânica, 5 Inteligências Naturais e Mapa da Vida.

A unibiótica® foi criada pelo médico coreano, radicado no Brasil, Jong Suk Yum, que apresentou à medicina a ciência que promove a cura sem grandes recursos e gastos. Para Yum, através das técnicas promovidas pela Unibiótica, o homem pode viver sem doenças e alcançar longas idades.
É considerada uma postura científico-filosófica da medicina, se baseia em quatro princípios de saúde: alimentação, pele, membros e mente.

É uma oportunidade única de melhorar a sua vida. Invista na sua saúde, pois é quando se mais precisa reunir forças para mudar, que a vida parece querer nos desafiar. Puxar para trás para nós testar, saber o quão forte somos para mudar!
Não se deixe vencer: QUANDO A VIDA TE DESAFIAR, DOBRE A APOSTA!
Venha praticar: São técnicas facilmente praticadas por qualquer pessoa, isto é, não exigem grande esforço e, depois do curso, pode praticar em casa.

As seis regras práticas da Unibiótica foram criadas para manter o bom funcionamento dos 4 elementos mais importantes da saúde ( pele, membros, mente e alimentação ) e para evitar ou corrigir as 4 principais causas de doenças ( distúrbio da coluna vertebral, má circulação sanguínea, desequilíbrio ácido/base e distúrbio do sistema nervoso ). São facilmente praticadas, isto é, não exigem grande esforço.



PROGRAMA: PRÁTICA DAS 6 REGRAS DA UNIBIÓTICA - O ABC DA SAÚDE INTEGRAL


1ª Regra: Uso de cama plana e dura

Uniformiza a circulação e corrige a coluna. Substituir o colchão mole por uma cama dura, firme, de madeira. Na cama reta e homogênea, o peso do corpo se distribui por igual, em relação à gravidade, o que facilita o relaxamento, propiciando a recuperação do cansaço e um sono mais reparador. Dormindo em colchão mole, provoca-se subluxação das vértebras, podendo causar hemiplegia.

A subluxação das vértebras, causada por atividades diárias que forçam a coluna, poderá ser corrigida, durante a noite, pelo uso da cama dura. A acupuntura, a quiroprática e as massagens tratam, temporariamente, apenas o local atingido, não tendo meios de prevenção. Entretanto a prática de dormir em cama dura, age como uma massagem prolongada e continuada durante horas, sem perda de tempo e dinheiro, tendo como efeito a prevenção e a cura.

A cama e o travesseiro duros estimulam a atividade da pele, evitando distúrbios do fígado. Atuam na eliminação das varizes, reativando a contração das veias, estimulando, em conseqüência, o retorno da circulação sanguínea para o coração.

A ausência de varizes é um indício seguro de saúde. A cama dura, assim como os banhos alternados e o exercício do vaso capilar, levam o organismo à eliminação das varizes. Por outro lado, a cama dura estimula as funções renais, promove a eliminação dos materiais estéreis acumulados, aumenta a força extensível dos nervos centrípetos e evita o afrouxamento ou a paralisação do tubo intestinal. Com o relaxamento dos músculos dorme-se tranquilamente e, pelo estímulo dos nervos, se tem o prazer, no dia seguinte, de uma evacuação fácil, iniciando-se o dia com satisfação.

Dormir em cama dura, também recupera problemas dermatológicos e, na idade avançada, previne a tendência ao encurvamento da coluna. Um detalhe importante e curioso: deve-se acostumar a deixar uma parte do ventre descoberta. Encobertos dia e noite, os intestinos tornam-se preguiçosos, ocasionando a gastroptose.

No começo, antes de dormir, deve-se retificar a coluna com o exercício do abdômen (conhecido também como o exercício do peixinho). Deve-se tentar dormir numa postura correta. As pessoas que dormem de lado têm tendência a terem problemas nos rins.

2ª Regra: Uso do travesseiro de madeira

O pescoço é formado por sete vértebras cervicais. Dessas vértebras partem nervos que vão à região do rosto, nariz, ouvidos, dentes, olhos, pescoço, pulmão e braços. Por esse motivo, havendo problemas nas vértebras, esses órgãos serão todos atingidos.

O dentista alemão, David Palmer, criador da quiroprática, comprovou pelo Raio X que, quando há problemas nos dentes, a 3ª e a 4ª vértebras da coluna cervical estão subluxadas. A Unibiótica criou o travesseiro de madeira, em forma de meia-lua, como meio de retificar e eliminar defeitos próprios do hábito de dormir deitado. O travesseiro de madeira serve para retificar e eliminar a subluxação.

O travesseiro deve ser usado na região da nuca, enquanto se está deitado. Aquilo que, durante o dia, foi forçado a se deslocar pela postura errônea, durante a noite será forçado a se retificar. A maioria das pessoas dorme com travesseiro alto, sob a cabeça, acentuando a curvatura da coluna cervical e, consequentemente, causando subluxação.

3ª Regra: Exercício do Abdômen ou do Peixinho

Deitado em cama dura, ou no chão, colocar as mãos espalmadas na região cervical, sob o pescoço. Com os calcanhares firmes no chão, erguer os quadris. Em seguida, com o abdômen erguido, movimentar os quadris, lateralmente, da esquerda para a direita. Manter os pés retos, para cima, forçando as pernas ficarem esticadas o máximo possível. Praticar esse exercício, diariamente, durante um ou dois minutos, pela manhã e à noite. Qualquer dor no ventre desaparecerá com esse exercício.

Variação

Outra pessoa poderá ajudá-la, segurado-lhe os pés e balançando-lhe as pernas de um lado para outro. Nas aulas dos grupos de Unibiótica, esse exercício é chamado de Peixinho Amigo.

Essa prática recoloca as vértebras no lugar, corrigindo toda a coluna. Elimina a paralisia dos nervos periféricos, normalizando a pressão sanguínea e estimulando o nervo simpático. Os intestinos também são beneficiados através da estimulação do peristaltismo. Em geral também previne-se e cura-se a prostatite no homem e distúrbios ginecológicos na mulher.

4ª Regra: Exercício do Vaso Capilar

Para a Unibiótica, a força motriz da circulação não está no coração, mas nos vasos capilares e nos glomos. Estão localizados nos membros 60% do total do número de vasos capilares de nosso corpo. Esse exercício estimula a ação de 3,8 bilhões de vasos capilares. Estimula também, as veias e as artérias, os vãos linfáticos e as funções dos glomos, evitando assim o envelhecimento dos membros e recuperando-os.

Para a prática do exercício do vaso capilar, é necessário deitar em cama dura ou no chão, com o travesseiro de madeira sob o pescoço. Levantar os braços e as pernas, paralelamente num ângulo de 90° graus. A planta dos pés deve estar em posição horizontal. É uma posição exatamente contraria àquela dos quadrúpedes.

Tremer os quarto membros, vigorosamente, e, ao mesmo tempo, prestar atenção, sobretudo, à vibração das pernas. Os braços, também, devem vibrar naturalmente. A duração é de um, dois ou mais minutos. Esse exercício faz a corrente sanguínea circular, uniformemente, pela contração dos vasos capilares e pela dilatação dos glomos, normalizando, dessa forma, a circulação. Protege a pele da invasão de vírus e bactérias, bem como estimula o funcionamento equilibrado do organismo.

Os médicos costumam recomendar aos pacientes que pratiquem exercícios mas, na verdade, o paciente, geralmente, não tem condições para faze-lo.

Distúrbios circulatórios, varizes, celulite, qualquer tipo de inchação, pressão alta ou baixa, problemas de pulsação, frieza nas mãos e nos pés, ruborizarão ou tez pálida, enfim, todas as doenças de circulação podem ser prevenidas e curadas através desse exercício. Isso ocorre porque sua prática estimula a circulação e irriga todos os órgãos. Através dele, todo tipo de coagulação e entupimento de vasos é eliminado.

Após feito o exercício do vaso capilar, se for feito o exercício do leque e o exercício do acelerador obter-se-ão maiores efeitos.

Exercício do Leque

Através desse exercício, pode-se curar a doença de Morton. Na posição deitada, levantar as duas pernas. Segurar um dos tornozelos com as mãos e sacudir o pé durante 1 ou 2 minutos. Inverter o pé e fazer no outro tornozelo. Repetir a cada 3 dias.

Exercício do Acelerador

Através desse exercício, pode-se curar a doença de Soarell. Esse exercício é parecido com o anterior. Segurar o outro tornozelo e movimentar o pé imitando o movimento de acelerar um carro. A duração é de 1 a 2 minutos. Inverter o pé e fazer no outro tornozelo. Repetir a cada 3 dias.

5ª Regra: Exercício do Sapinho

Deitar, colocando o travesseiro de madeira sob o pescoço. Juntar as palmas das mãos sobre o peito, simetricamente, em forma de oração. Em seguida, levantar e abaixar as mãos juntas, perpendicularmente ao peito. Após juntas as plantas dos pés, simetricamente, dedo contra dedo, elevar, juntos, o máximo possível as nádegas. Fazer, simultaneamente, os movimentos de esticar, com vigor, as pernas para baixo e, os braços (mãos juntas) para cima da cabeça, tocando o chão. Fazer esse movimento durante mais ou menos 1 minuto. Terminado o movimento rítmico, manter as mãos e os pés juntos, como na posição inicial, permanecendo assim, durante cinco ou dez minutos (nas aulas, é feita a meditação nesse momento). Forçar ao máximo o ângulo de abertura das pernas, até que os joelhos quase toquem o chão.

A postura desse exercício deve ser absolutamente correta.

Os efeitos produzidos são de várias ordens: pelo movimento simultâneo de esticar e encolher os membros, os ligamentos internos da coluna são flexibilizados verticalmente; uma perna, mais curta do que a outra, ficará nivelada; os gases intestinais são expelidos através da pressão provocada nos intestinos. Esse exercício favorece, pois, o equilíbrio de temperatura entre os dois lados do corpo, atuando beneficamente, sobre qualquer distúrbio feminino como: corrimento, menstruação anormal, deslocamento, hipoplasia e prolapso do útero, mioma, fibroma e cisto no ovário.

6ª Regra: Exercício do João-Teimoso

Sentar-se no chão, sobre os pés, deixando entre as pernas uma distância de 3 a 4 punhos fechados. Colocar o dedão do pé esquerdo sobre a planta do pé direito. Apoiar as mãos sobre os joelhos, mantendo a coluna ereta, como um pilar. Inclinar o tronco a 40° de um lado para o outro. Antes de iniciar esse movimento de pêndulo, ficamos eretos, encolhendo e soltando o abdômen. Contraindo e relaxando. Após uns minutos, iniciar o movimento de pêndulo, mas continuando com o movimento de contrair e relaxar a barriga. O corpo durante esse movimento se encontrará em 3 posições distintas: meio, esquerda, meio e direita, e continua-se o ciclo. Sem paradas, o movimento é contínuo e sem paradas ou arranques. Quando o corpo estiver no meio se encolhe a barriga, quando se encontra em um dos lados, esquerda ou direita, relaxamos o abdômen. Geralmente fazemos esse movimento durante 10 minutos.

A prática desse exercício é, inicialmente, um pouco difícil de ser executada, mas, feita diante de um espelho, e após um tempo o exercício vai se tornando cada vez mais fácil de ser executado.

Através desse movimento retificamos a coluna e proporcionamos a eliminação de fezes ressequidas nos intestinos, prevenindo várias doenças e distúrbios. A oscilação das costas favorece o irrigamento das veias entupidas da cabeça, estimulando o cérebro e agilizando a produção intelectual. Muitos problemas dos olhos ou do nariz são curados por esse exercício. Uma experiência positiva ocorreu com o criador da Unibiótica, que curou-se da sinusite, pela prática desse exercício.

Os seis exercícios propostos, associados à alimentação à base de verduras cruas, bem como os banhos alternados e de ar constituem os fundamentos práticos da Unibiótica.”

Acompanhe no
Youtube


CLIQUE AQUI
Itupeva/SP - Brasil
contato@nucleozoi.com
(11) 9 8042 - 1204
(11) 9 6083 - 0003 Logo whatsapp
Copyright © Núcleo Zoí. Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por   Política de Privacidade e Termos de Uso